Interfaces

Entre Centrais

ORION INT RS-232

O interface ORION-INT-RS-232 permite que as centrais convencionais ORION sejam interligadas aos repetidores Orion Mini-Rep e Orion-Rep utilizando para o efeito um cabo de comunicação de 4 conductores adequado para transmissão série.

A distância máxima permitida entre a central e o painel repetidor são 100 metros.

O interface é compatível com as seguintes centrais e repetidores:

Central Convencional ORION de 2, 4 e 8 zonas – versão 1.5 ou superior
Repetidores ORION-REP e ORION MINI-REP

Ficha do produto

Manual em PDF

J-NET INT 485

O interface J-NET-INT-485 permite que a gama de centrais endereçáveis GFE sejam interligadas a repetidores e sub-paineis através de um cabo adequado à transmissão de dados por RS422/485, que faz a interligação dos equipamentos numa topolgia em anel. Estes interfaces têm a capacidade de funcionar de forma redundante através de um segundo anel de comunicação de modo a obter um grau de segurança e fiabilidade adicional que integrado com as centrais Juno-Net ou Junior criam um fluxo de informação bi-direccional.

Cada painel, repetidor e sub-painel tem que incorporar um destes interfaces de comunicação. O perimetro máximo do anel da rede utilizando esta tecnologia é de 1200m.

O módulo de interfce é compativel com as seguintes centrais, repetidores e sub-paineis:

  • Central convencional Orion de 2, 4 e 8 zonas – versão 1.5 ou superior
  • Orion Rep e Orion Mini-Rep
  • Todas as versões da central Junior
  • Junior Rep e Junior Mini-Rep
  • Juno-Net, central analógica endereçavel expansivel
  • Repetidor Juno-Net Rep
  • Sub-Painel

Ficha do produto

Manual em PDF

J-NET INT FO

O interface J-NET-INT-FO permite que a gama de centrais GFE seja interligada a repetidores e sub-paineis utilizando cabo de fibra óptica com topolgia em anel. Estes dispositivos também funcionam de forma redundante de modo a obter um grau de segurança e fiabilidade extra.

Cada painel, repetidor e sub-painel terá que incorporar um destes interfaces de comunicação. A distancia máxima de fibra permitida entre painéis é de 2500m. Os cabos de fibra óptica utilizados juntamente com os interfaces devem ser do tipo multi-modo (62.5/125um) e terminados com conectores padrão ST.

Ficha do produto

Manual em PDF

J-NET INT TCP IP

A Global Fire Equipment produz uma ampla gama de interfaces que permitem à sua gama de centrais de detecção de incêndio, convencionais ou analógicas endereçáveis, comunicar com painéis repetidores e sub-painéis de expansão.

O interface J-NET-INT-TCP/IP é utilizado quando se liga qualquer uma das centrais GFE a repetidores e sub-painéis utilizando o protocolo TCP/IP dento de uma rede local (LAN).

Estão disponíveis 4 tecnologias diferentes de interligação:

  • RS232 (unicamente para centrais convencionais Orion)
  • RS485
  • Fibra óptica
  • TCP/IP

Ficha do produto

Manual em PDF

ADLI V2 FO

Qualquer interface ADLI V2 FO permite interligar centrais convencionais ORION e ORION-EX V2 a qualquer uma das centrais analógicas endereçáveis GFE através de fibra ótica multimodo, conseguindo assim interligar centrais a maiores distâncias que o ADLI V2. É possivel interligar diversas centrais convencionais na mesma fibra, reduzindo assim os custos de implementação.

Ficha do produto

Manual em PDF

ADLI V2

O Módulo ADLI V2 é utilizado como interligação entre a central convencional ORION / ORION-EX V2 e qualquer uma das centrais analógicas endereçáveis GFE. Permite que a central endereçável controle e monitorize o estado da central convencional.

Ficha do produto

Manual em PDF

CHAMELEON 485 DTLOOP

O interface CHAMELEON-485-DTLOOP permite que a gama de centrais endereçáveis GFE sejam interligadas a Repetidores, Sub-paineis e NODE-SP através de um cabo (4 condutores) adequado à transmissão de dados por RS422/RS485, que faz ainterligação dos equipamentos numa topologia em anel.

Este interface tem a capacidade de funcionar de forma redundante através de um segundo anel de comunicação de modo a obter um grau de segurança e fiabilidade adicional que integrado com as centrais JUNO NET ou JUNIOR criam um fluxo de informação bidirecional.

Este interface é utilizado para as seguintes centrais da gama e comuniquem com:

1) A central analógica endereçável JUNIOR V4 e com os Painéis Repetidores.
2) A central analógica endereçável JUNO NET e com os Repetidores, Sub-Panéis externos e NODE-SP.

O interface é compatível com:
– JUNIOR V4, central analógica endereçável com 1 e 2 laços
– Repetidor JUNIOR (JNR MINI-REP)
– JUNO NET, central analógica endereçável expansível (J-NET-SC)
– Repetidor JUNO NET (J-NET-REP)
– Expansões NODE-SP e Sub-Painéis externos (J-NET-SPX)

Ficha do produto

Manual em PDF

INT-422-P2P

O interface INT-422-P2P-D permite uma ligação de anel duplo, permitindo a criação de uma rede de comunicação fechada em laço numa comunicação “encadeada” entre os painéis, GEKKO, OCTO+, NODE+ e CHAMELEON REPEATER.

O interface INT-422-P2P-S permite uma única ligação. Utilizado para integração com sistemas BMS ou para uma ligação única a um painel CHAMELEON DISPLAY.

Ficha do produto

Manual em PDF

INT-FO-P2P

O interface INT-FO-P2P-D permite uma ligação de anel duplo de fibra ótica, permitindo a criação de uma rede de comunicação fechada em laço numa comunicação “encadeada” entre os painéis, GEKKO, OCTO+, NODE+ e CHAMELEON REPEATER.

O interface INT-FO-P2P-S permite uma ligação única em fibra ótica. Utilizado para integração com sistemas BMS ou para uma única ligação a um painel CHAMELEON DISPLAY.

Ficha do produto

Manual em PDF

Central-PC

GFE-TCP-ODY

O interface GFE-TCP-ODY permite a integração do software ODYSSEY com a central JUNIOR V4 e ORION-PLUS através da rede Ethernet. Utiliza o protocolo TCP para receber e transmitir informação de até 64 centrais. Os parâmetros da rede sãoguardados no interface através da ficha USB existente.

Ficha do produto

Manual em PDF

J-NET ADV COMS 485

A Global Fire Equipment produz uma gama de interfaces que permitem à central analógica endereçável JUNO-NET comunique com o software de supervisão gráfica ODYSSEY da GFE.

O J-NET-ADV-COMS-485 é utilizado para interligar centrais JUNO-NET (até um máximo de 64) com o software ODYSSEY da GFE, plataformas BMS ou MODBUS utilizando RS232 ou RS485. Este interface também é utilizado quando uma impressora série externa é ligada à central. Em qualquer das situações descritas o chip QUART tem que ser instalado na placa principal da central.

  • RS232
  • RS485
  • Fibra Óptica
  • TCP/IP

Ficha do produto

Manual em PDF

J-NET ADV COMS FO

A Global Fire Equipment produz uma gama de interfaces que permitem à Central Analógica Endereçável JUNO-NET comunicar com o software de supervisão gráfica ODYSSEY da GFE.

O J-NET-ADV-COMS-FO é utilizado para interligar centrais JUNO-NET (até um máximo de 64) com o software ODYSSEY da GFE, plataformas BMS ou MODBUS utilizando uma ligação por fibra óptica. Nesta situação o chip QUART tem que ser instalado na placa principal da central. Devem ser utilizadas fibras ópticas multi-modo de duplo canal 62,5/125. As terminações da fibra óptica são do tipo normalizado ST.

  • RS232
  • RS485
  • Fibra Óptica
  • TCP/IP

Ficha do produto

Manual em PDF

J-NET ADV COMS TCP-IP

A GFE produz uma gama de interfaces que permitem à central analógica endereçável Juno Net comunicar com o software de supervisão gráfica ODYSSEY da GFE.

O J-NET-ADV-COMS-TCP/IP é utilizado para interligar centrais Juno Net (até um máximo de 64) com o software ODYSSEY da GFE, plataformas BMS ou MODBUS utilizando o protocolo TCP/IP dentro de uma rede local (LAN).

Velocidades 10/100Mbps são suportadas pelo dispositivo e a velocidade de comunicação é automaticamente definida dependendo do tipo de rede à qual está ligado.

Estão disponíveis 4 tecnologias diferentes de interligação, nomeadamente:

  • RS-232
  • RS-485
  • Fibra Óptica
  • TCP/IP

Ficha do produto

Manual em PDF

CONVERSOR RS232 – RS485

Este conversor é utilizado no PC, para converter o nível do sinal de RS485 para RS232, quando as centrais analógicas endereçáveis GFE são interligadas com o software ODYSSEY através desta tecnologia. O conversor é alimentado directamente pela porta série, logo não necessita de alimentação auxiliar.

Ficha do produto

Manual em PDF

CONVERSOR FIBRA RS232

Este conversor é utilizado no PC, para converter os impulsos de luz transmitidos por Fibra Óptica para RS232, quando as centrais analógicas endereçáveis GFE são interligadas com o software ODYSSEY através desta tecnologia. O conversor necessita de alimentação auxiliar de 12V DC.

Ficha do produto

Manual em PDF

J-NET QUART

O circuito integrado J-NET-QUART deverá ser instalado na placa principal da central JUNO NET quando for necessário instalar uma impressora interna ou externa ou quando é interligado com o software gráfico GFE, sistemas BMS externos ou MODBus através de um dos interfaces J-NET-ADV-COMS da GFE.

Ficha do produto

Manual em PDF

Suporte Remoto

GFE-TCP-WEB

GFE-TCP-WEB é um novo interface de comunicação TCP/IP, que adiciona novas funcionalidades às centrais endereçáveis JUNIOR V4, JUNO NET e ORION-PLUS. Através de um servidor internet externo, envia e recebe informação presente no anel de dados, desta forma, a supervisão de sistemas individuais por meio do navegador web pode ser alcançado facilmente.

As operações da central são realizadas através de uma página de internet alojada num servidor disponbilizado pela GFE, com suporte para diversos idiomas e restantes opções de personalização existentes.

Principais Caracteristicas

  • Sem reencaminhamento de portas
  • Serviço externo sem custos
  • Monitorização 24/7 da central
  • Compatível com todos os navegadores mais utilizados
  • Suporte técnico remoto

Ficha do produto

Manual em PDF

× Como posso te ajudar?